Casar por amor ou para amar?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Fomos educados para casar somente por amor, certo? Na verdade esse pensamento está equivocado, pois  o amor forte e que suporta qualquer coisa pela pessoa amada só se torna dessa forma depois de tempos de intimidade e convivência. Por isso, casamos para amar e não por amor. Vamos discorrer um pouco sobre isso.

Eu gosto de dizer que amar é uma decisão e não um acontecimento.

Como assim?

Acontece que, muitas vezes, as pessoas erram em pensar que o amor é algo que surge do nada por alguém e isso te faz querer a pessoa imediatamente. Esse sentimento chamamos de paixão, ela é abrasadora e empolgante, porém da mesma forma que surge vai embora.

Já o amor é como uma pequena brasa, muitas vezes ninguém dá nada por ela, mas de repente ela te surpreende, basta um assopro e pronto, o fogo se torna forte e poderoso.

Quando nos casamos – principalmente as mulheres.. rsrs.. – achamos que tem que ser por amor e esse amor já tem que vir com tudo, quando na verdade ainda é como aquela pequena brasa frágil e querendo se apagar.

Somente com o passar do tempo, com a convivência intimista e os obstáculos percorridos juntos é que saberemos o quanto esse amor pode ser grande e profundo.

Mas aí você me pergunta:

NY, como escolher alguém para casar se não sabemos se esse amor vai dar certo?

Queridos, todos os relacionamentos passam por provas e muitas dificuldades e será nesse momento que você precisa tomar a decisão de continuar a amar a pessoa que escolheu.

Existe uma passagem bíblica que conta a história de um relacionamento que nitidamente começou sem amor.

Quando Isaque tomou Rebeca como esposa quase que imediatamente após conhecê-la com toda certeza nenhum dos dois amava realmente o outro.

Somente com a convivência e a perseverança desse casal é que o amor surgiu de forma tão intensa e linda.

Para amar é preciso querer suportar e perseverar nos momentos difíceis da vida a dois.

Afinal, somos seres únicos, além disso, a mulher se diferencia do homem em vários aspectos e não será tarefa fácil chegar ao nível mais profundo da relação se não entenderem as diferenças de cada um.

Uma dica é que os dois se tornem amigos um do outro, nunca deixem de namorar e cultivem o tempo juntos de forma saudável e produtiva, ou seja, conversem sobre tudo, peguem na mão um do outro e nunca deixem de dizer o que um significa para o outro.

O meu relacionamento passou por tempos muito difíceis, mas nunca deixamos de conversar sobre tudo o que nos incomoda ou de dizer: “Eu te amo”.

Construir um relacionamento saudável e duradouro depende de você. Lembre-se disso e se sairá muito bem.

Qualquer dúvida estou à disposição.

relacionamento – amor – casamento – fazer dar certo – como amar – aprendendo sobre – deus – 

2 Comentários


    1. Obrigado! Fico feliz que tenha gostado. Se inscreve para receber mais novidades! Beijos

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *