COMO TER UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Sou casada à 20 anos e sim, apaixonada pelo meu primeiro namorado! Isso mesmo, o primeiro namorado!

Posso dizer que sou feliz e realizada com a família que temos, por isso, quero dividir um pouco da minha experiência de vida com aquelas pessoas que não tiveram tanta sorte, mas que tem esperança de que tudo possa melhorar um dia.

Primeiramente, é preciso dizer que construir um relacionamento bem sucedido não é tarefa fácil e não foi da noite para o dia que conquistei isso.

Nada que vale realmente a pena pode ser fácil não acham?

Foi com paciência, sabedoria e muita perseverança que eu e meu marido alcançamos esse patamar de amor pleno um pelo outro.

Um dia desses, um amigo me disse que somos (eu e meu marido cla-ro né?!) almas gêmeas e que é por isso que nos damos tão bem e que amor assim é raro. Hehe..

Embora, não acredite muito em “almas gêmeas ” – com todo respeito por quem acredita – também acho que esse tipo de amor é raro, pois as pessoas hoje em dia não estão mais tão dispostas a lutar pelo relacionamento. Infelizmente vivemos uma época de celeridade e queremos tudo pra ontem não é mesmo?

Mas no amor não é bem assim, é preciso entender, compreender, dividir, compartilhar com o outro que também precisa querer a mesma coisa.

Quando as coisas estiverem difíceis, não desista, ao invés disso, insista, persista. Lute por algo maior que você mesmo, lute pela felicidade sua e do seu companheiro.

Não entendo por que as pessoas se empenham tanto para uma promoção no trabalho ou numa dieta e exercícios para melhorar a forma, mas não estão dispostas a melhorar sua relação, dizem que o outro é quem tem que mudar, não querem refletir sobre sua própria atitude.

Toda mudança precisa da iniciativa de alguém que pode muito bem ser você e, por quê não?

Bem, enfim amiga, se quiser ter um casamento do tipo “FELIZES PRA SEMPRE”, precisa aprender alguns segredinhos que vou compartilhar com você aqui. Tem outros que vocês vão aprender juntos com o tempo entende…?

1- Tenha fé, acredite que esse relacionamento vale a pena e lute por ele.

2- Todos temos defeitos, então, tente ser mais tolerante com o outro e aceite que ele não é o príncipe perfeito, mas é o homem que você escolheu amar com todos as qualidades e defeitos.

3- Aprecie os momentos a dois, vá ao cinema uma vez por semana ou vá passear na pracinha de mãos dadas. Valorizar a companhia de quem está ao seu lado faz toda a diferença.

4- A amizade entre vocês os ajudarão a manter o relacionamento quando os filhos forem embora, por isso, sejam melhores amigos um do outro. Para isso, é importante ouvir o que o outro tem a dizer. Vejo muitos casais que não se conhecem e acabem sem ter o que compartilhar e acabem se separando depois de 20, 30 ou até 40 anos juntos.

4- Outra coisa importante é saber respeitar o espaço do outro, não vou negar que é muito os momentos à dois, mas há momentos que precisamos de um tempo pra nós mesmos e, o cônjuge precisa respeitar isso. Amo estar com meu marido e namora-lo, mas também preciso de momentos que dedico a mim mesmo, preciso de certa liberdade para fazer minhas próprias escolhas, assim com ele também precisa.

6- Torcer e lutar pela felicidade do outro, ajudar a conquistar o sucesso e também a vencer as dificuldades da vida faz parte de um casal que se ama. Por isso, é importante ser compreensível amável.

Por fim, tudo isso que mencionei não valeria de nada se não houver amor, simples e descomplicado como só o amor pode ser. Sem segundas intenções, sem interesses pessoais, apenas o amor. Amar alguém não é complicado, nós é que tornamos tudo difícil quando queremos que tudo seja do nosso jeito.

Amar alguém significa entregar nosso coração e ser capaz de suportar o que for preciso para o bem do outro, agora, a minha pergunta é:

Você é capaz disso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *