MELHORES ALIMENTOS PARA QUEM MALHA

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Quem já ouviu falar que para ter um corpo definido, depende 30% de exercícios e 70% de alimentação saudável e equilibrada em carboidrato, proteína e gordura boa, levanta a mão?

Pois é verdade, os especialistas dizem que é inteligente adequar a alimentação com o exercício para que o resultado apareça.

No cardápio de quem malha deve incluir alimentos que estimulem o metabolismo e ajudem na recuperação dos músculos, além de garantir energia na malhação.

Para ajudar a montar seu cardápio vou deixar algumas sugestões, mas é bom lembrar que fazer antes, uma consulta com a nutricionista é muito importante na realização do seu objetivo.

Lanchinho pré-treino:

Um dos alimentos que se tornou um clássico como pré-treino foi a proteína isolada do leite (whey protein). Pode ser consumido uma hora antes de malhar, junto com a batata doce ou a mandioca (dois carboidratos com baixo IG).

Para quem costuma fazer um lanchinho mais perto da hora do treino, convém deixar a proteína e ficar apenas com o carboidrato, ou pode ainda beber um suco de beterraba (que segundo pesquisas melhora em até 10% o desempenho físico).

Pós-treino:

Logo depois de malhar, é essencial consumir o whey protein juntamente com algum carboidrato – em até no máximo uma hora após o treino –  segundo os nutricionistas, o consumo desses dois componentes se faz necessário para a reposição de energia e recuperação das fibras musculares agredidas durante o exercício físico.

Para aqueles que tem alergia à proteína do leite, recomenda-se que substitua por uma opção vegetal como a da soja ou do arroz. Essas proteínas oferecem praticamente os mesmos benefícios que a proteína do leite.

Mas sua alimentação não deve estar baseada apenas nos lanchinhos pré e pós-treino. Os resultados desejados irão aparecer à medida que sua alimentação diária mudar.

No café da manhã, no almoço e no jantar você também deve manter a dupla proteína magra (sempre)  e carboidrato com baixo índice glicêmico (IG), além de ingerir ainda, muita fibra. A junção desses componentes na refeição reduz a carga glicêmica, engorda menos e sacia mais.

A sugestão vale também para os lanches entre as refeições. assim, por exemplo, você pode ingerir um pote de iogurte (proteína + carboidrato) e três castanhas de caju (gordura boa).

Vale lembrar que comer a cada três horas mantém o metabolismo acelerado e impede que você extrapole na próxima refeição.

Dessa maneira você vai secar as gorduras desnecessárias e aquele abdômen tão desejado começa a aparecer. Ah! Não podemos esquecer que a celulite também vai sumir! Ehhhhh!!!

Para mudar o corpo, os hábitos alimentares precisam mudar também, ou seja, faça escolhas inteligentes como substituir o refrigerante por suco natural, por exemplo, pequenas mudanças vale muito a pena na construção da auto estima, não vale?

Sugestão de alimentos para quem malha:

Energéticos:

Carboidratos simples: frutas frescas e secas, mel.

Carboidratos complexos: cereais integrais, tubérculos (batata doce, inhame, cará), legumes e verduras.

Gorduras boas: nozes, amêndoas, sementes (chia, linhaça, girassol, abóbora, gergelim, amendoim), manteiga de amendoim ou amêndoa, azeite extra virgem e óleo de coco.

Proteicos:

Carnes magras: Carne vermelha sem gordura, frango, peixe.

Ovos: especialmente a clara.

Leguminosas: lentilha, soja (e derivados), feijão.

Espero que tenham gostado das dicas de hoje.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *