O QUE FAZER QUANDO A TRISTEZA TE PEGA DE JEITO

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Já passou por aqueles dias em que parece que nada vai dar certo? Parece que tá tudo dando errado, levantou atrasado, bateu com o dedão na porta, pegou todos os sinais fechados, perdeu a reunião das 8:30 no escritório e ainda levou bronca do chefe? Deu vontade de voltar pra cama e só levantar no outro dia…

 

 

 

 

 

Quem nunca? Haha..

 

Eu acredito que todos já passamos por dias assim, mas e quando parece que esses dias se prolongam mais e mais até que o otimismo desaparece e no lugar tudo o que temos é somente um sentimento de completo fracasso e tristeza.

Alguém aí está se sentindo assim?

Bem, tenho que dizer que isso pode acontecer algum dia em nossa vida se, já não aconteceu na sua amiga!

Às vezes, passamos por momentos que gosto de chamar de “deserto” por nos transmitir esse sentimento de sede, secura e completo abandono e incapacidade de qualquer ação para transformar determinado momento ruim em um momento bom.

Muitas situações podem causar esse tipo de sentimento: desemprego, abandono, um negócio que deu errado, as notas baixas na faculdade, o rompimento de um relacionamento, a perda de uma amizade, qualquer frustração pode ser a causadora de um completo sentimento de fracasso.

Uma derrota não pode determinar quem você é, mas sim o que  sente e a atitude que toma a respeito desse fato em questão. Embora, muitas vezes nos sentimos sem forças e sem vontade de retomar do ponto de partida e reiniciar um projeto importante que deu errado, é preciso coragem e muita vontade de vencer para enfrentar o pessimismo que uma derrota nos faz sentir.

Uma derrota não é o fim, mas abala, uma derrota não pode tirar sua vitória, mas pode tirar o ânimo de lutar.

Para vencer a guerra não se pode olhar para as batalhas perdidas e sim para o objetivo final que é a vitória, a linha de chegada, a conquista das linhas inimigas.

Dias atrás li uma frase que dizia que “Quem não luta pelo futuro que quer, tem de aceitar o futuro que vier” e tenho me lembrado disso ultimamente.

Não quero o futuro que vier porque sonho um um futuro melhor e quero isso. Mesmo com minha incapacidade e minhas muitas falhas, ainda tento lutar para que o futuro seja como nos meus sonhos, porque no dia que deixar de acreditar nisso será o dia em que a escuridão tomou conta da minha mente e do meu coração.

Engraçado como existe sentimentos tão diversos dentro de um único ser… o ser humano.

É nessas horas que precisamos CRER!

Crer quer Deus está conosco.

Que Ele não nos abandona.

Mas nos acolhe e nos dá amor.

Nos dá a luz na escuridão.

E água no deserto.

Não sou filosofa, nem poeta, mas humana que sofre, chora, ri e… se emociona.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *